Estreia em São Paulo o filme “Criação”, que conta a história do cientista Charles Darwin, o pai da moderna Biologia e da atual Ecologia

Cena do filme Criação: o filhote de orangotando com o naturalista Charles Darwin (interpretado pelo ator Paul Bettany)

 

 Amigos e amigas, estreia nesta sexta-feira, dia 19 de março, em São Paulo e outras cidades do País, o filme Criação, que conta a história do cientista inglês, Charles Darwin. O roteiro do longametragem dirigido por Jon Amiel concentra a história nos anos decisivos da publicação do livro inovador A Origem das Espécies, editado em 1859, na Inglaterra. No livro, Darwin defendeu suas ideias e a principal delas é de que todos os seres vivos que conhecemos, inclusive o homem, descendem de ancestrais comuns. Por isso, somos “primos” dos macacos conhecidos, como os orangotandos. Não descendemos deles, mas temos com eles um ancestral comum.  É a árvore da vida, na qual as espécies são galhos que têm origem em um único tronco.

O filme, no entanto, mostra um Charles Darwin por demais atormentado pelos conflitos religiosos e sociais de sua teoria. Darwin e a mulher Emma eram religiosos. Mas ele acabou sendo enterrado com todas as honras na Abadia de Westminster.

Hoje, estes conflitos estão amenizados porque já há religiosos que entendem que “a criação de Deus se dá pela evolução.” Eu me incluo neste grupo: o olho é complexo demais para ter simplesmente evoluído segundo o conceito da Seleção Natural das Espécies. A Seleção Natural é segundo Darwin o processo que garante sobrevivência aos animais mais adaptados, e não aos mais fortes fisicamente. Os seres vivos sofrem costantemente mudanças genéticas, aleatórias, em princípio, e os mais adaptados sobrevivem. Há ainda quem defenda que os anjos colaboram nesta adaptação, segundo a vontade do Criador.

Seja como for, imagino que um universo estático e desinteressante não seja a vontade de Deus.

Escrevi resenha sobre o filme para o Diário do Comércio, está em www.dcomercio.com.br no caderno de Cultura.

Sugiro que vejam o filme, sempre é bom conhecermos um pouco mais sobre Charles Darwin, o pai da atual Biologia e da Moderna Ecologia,
Forte abraço,
Ricardo Osman

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: