A matilha dos índios guaranis pede ajuda

Ricardo Osman na aldeira guarani
Ricardo Osman na aldeira guarani

Amigos e amigas, estive como repórter na aldeia guarani Tejoá-Pyaú, que está localizada na cidade de São Paulo, bem diante da entrada do Parque Estadual do Jaraguá. Fui lá no dia 17 de outubro para apurar uma reportagem sobre os cachorros abandonados na aldeia que foram adotados pelos índios. São muitos cães, a maioria vira-latas magrinhos, que deixaram de viver com os homens brancos, que ali abandonaram seus animais. O problema é que são 300 índios e os cachorros já são cerca de 150, como constatei. O líder da aldeia Ari Augusto Martins me recebeu e falou da dificuldade dos índios em cuidar dos animais, que precisam de remédios e rações. Os índios vivem em condição de pobreza, da venda de artesanato, e encontrei cães como a Lulu e o Kambi (que em guarani quer dizer ‘tonto’) com fome e se coçando muito. Estou alertando quem posso. Aqueles que quiserem ajudar podem levar ração à aldeia, que fica na rua Comendador José de Matos, número 458, no Jaraguá. Se os índios autorizarem farei uma campanha aqui no site pedindo a todos, e a alguma ONG, que faça  castração e vacinação dos animais. Os cães são abandonados na estrada porque donos irresponsáveis sabem da boa vontade dos índios para com os animais. A reportagem sobre este assunto foi publicada na edição do dia 20 de outubro, segunda-feira, no Diário do Comércio. Quem quiser ler: www.dcomercio.com.br Basta navegar no canto alto, à direita, entrar na edição do dia, e digitar depois a data 20 de outubro de 2008, no painel à esquerda.  Abraços em todos, Ricardo Osman

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: